Policiais do Gefron vão usar óculos de visão noturna

Policiais que atuam no Grupo Especial de Fronteira (Gefron) vão começar a usar óculos de visão noturna durante as diligências. Ao todo, 12 equipamentos chegam a Mato Grosso por meio do Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisa (Vigia), do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Além dos óculos, os militares serão contemplados ainda com capacetes e 32 coletes de proteção balística que resiste a um tiro de fuzil, por exemplo. Para o ministro da Justiça e Segurança Pública Anderson Torres, o investimento é fruto de “um maior avanço no combate à criminalidade, além de promover mais segurança à população”.

Com tecnologia alemã, os óculos de visão noturna aumentam a capacidade de consciência situacional dos servidores por meio da intensificação de luz residual do ambiente. O equipamento já é usado por tropas de operações especiais militares e policiais de renome.

Todos os 12 estados que atuam no programa Vigia vão receber o material. O investimento do ministério foi de R$ 27 milhões e vêm de encontro com outras ações do ministério, que visam garantir equipamentos de qualidade, bem como capacitação das tropas.

Para se ter uma ideia da dimensão do Vigia, Em dois anos de Programa, o Ministério da Justiça e Segurança Pública investiu mais de R$ 1,3 milhão em capacitações, treinando quase 2 mil operadores para atuarem como multiplicadores, além de fortalecerem a integração entre si.

Também foram investidos cerca de R$ 130 milhões em aquisições de equipamentos de alta tecnologia para dar suporte às equipes em campo, como drones, óculos de visão noturna e equipamentos de radiocomunicação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.