Bolivianos são presos com carga de cocaína avaliada em R$ 100 mil dentro de táxi

Dois bolivianos foram presos neste domingo (19) transportando uma carga de cocaína avaliada em aproximadamente R$ 100 mil, no posto do Limão, em Cáceres (219 km de Cuiabá). Os suspeitos foram pagos para trazer a droga de Santa Cruz de la Sierra, capital da Bolívia, até o Brasil em um táxi. 

De acordo com o Grupo Especial de Fronteira (Gefron), a equipe policial abordou o veículo, um táxi de origem boliviana, por volta de 15h30 durante fiscalização na barreira fixa do posto Limão. A ação fez parte da Operação Hórus, do Programa VIGIA, do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), que combate os crimes transfronteiriços entre Brasil e Bolívia, em Mato Grosso.

No interior do automóvel estavam um condutor e uma passageira, ambos de nacionalidade boliviana. Durante revista na bagagem da mulher, foi encontrado um tablete de cocaína. A suspeita foi questionada se carregava mais algum entorpecente, quando disse que sim. 

Aos militares, ela disse que trazia em seu corpo mais quatro tabletes de cocaína. A boliviana afirmou também que receberia uma quantia de R$ 3 mil pelo transporte da droga da cidade de Santa Cruz de la Sierra, capital da Bolívia, até Cáceres.

Foram apreendidos cinco peças de cocaína e R$ 1,4 mil em dinheiro, no total. O prejuízo ao crime foi de R$ 96,8 mil. Diante dos fatos, os suspeitos foram presos e encaminhados para a Delegacia Especial de Fronteira (DEFron), em Cáceres. A dupla deve responder por tráfico de drogas. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.