Dois foram presos durante operação; suspeitos disseram que os entorpecentes seriam deixados em um ponto da BR-174

Dois homens foram presos, nesta sexta-feira (01.04), transportando 28 pacotes aparentando ser pasta base de cocaína, em uma região de mata no município de Porto Esperidião (322 km de Cuiabá). Os entorpecentes pesavam aproximadamente 32 quilos. O prejuízo ao crime foi de R$ 576 mil.

Segundo informações do Grupo Especial de Fronteira (Gefron), durante operação HORUS/VIGIA no combate ao crime de tráfico de drogas na fronteira de Mato Grosso com a Bolívia, equipes policiais realizavam o patrulhamento quando avistaram dois homens a cavalo carregando sacos semelhantes aos utilizados para transporte de entorpecentes.

De imediato, foi realizado o cerco policial e, em buscas, foram localizados próximos à mata dois sacos brancos contendo vários envelopes aparentando ser pasta base de cocaína.

Em continuidade ao trabalho, foram localizados os dois suspeitos em um cavalo, quando foi dada a ordem de parada. Eles não obedeceram e fugiram a pé. No entanto, durante a ronda, os dois foram localizados e presos. 

Aos militares, os homens afirmaram serem “mulas humanas” e que pegaram os entorpecentes na Comunidade de Las Petas, na Bolívia. A carga seria entregue em um ponto próximo da BR-174, sendo que cada um receberia R$ 3 mil pelo trabalho.

Os suspeitos e os entorpecentes foram entregues à Delegacia Especial de Fronteira (Defron), em Cáceres, para registro do boletim de ocorrência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.