Tragédia na BR-163; 8 vítimas foram identificadas

A Polícia Rodoviária Federal corrigiu o número de mortos no acidente registrado na BR-163, região de Sorriso, no início da tarde desta terça-feira (17). De acordo com as instituição, 8 pessoas perderam a vida no acidente e não 11, como chegou a ser confirmado pela própria PRF nesta terça-feira.

A confusão do repasse de informações só foi esclarecida na manhã desta quarta-feira(18). Segundo errata divulgada pelo órgão, o equívoco ocorreu porque os agentes fizeram a contagem dos corpos no local e somaram ao dos confirmados nos hospitais. “Isso só foi esclarecido agora pela manhã”, diz um trecho da nota.

A nota diz ainda que o acidente pode ter sido causado jornada excessiva de trabalho do motorista, que estava dirigindo há cerca de 10 horas. Isso porque, o ônibus saiu de Cuiabá com destino a Sinop na noite de segunda-feira, às 22 horas. Todavia, passageiros relataram que enfrentaram um problema no ônibus na cidade de Lucas do Rio Verde, e por lá permaneceram por 4 horas. O veículo foi trocado, mas o motorista seguir no comando do volante.

Já nas proximidades do trecho de Sorriso, o ônibus invadiu a faixa oposta e foi “rasgado” pela carreta, que seguia sentido contrário.

As vítimas fatais já foram identificadas. São elas: Clayton Aparecido da Silva, 37 anos, morador de Nova Mutum; Déborah Costa de Almeida, moradora do bairro Pedra 90, em Cuiabá. Maria Carneiro, 61 anos, e Alfredo Lopes da Silva, 65 anos, ambos do bairro Praeirinho, também de Cuiabá. Brenda Nunes Ronsoni, 24 anos, moradora de Água Boa; Pedro Henrique Rodrigues Leal Pinto, 21 anos, de Pontes e Lacerda; A professora Sidinei de Oliveira Cardoso, 48 anos, e seu filho Carlos André, 11 anos, que moravam em Sinop. 

O ACIDENTE

Acolisão foi registrada por volta das 12h00 desta terça-feira (17), no km 799 da BR-163, em Sorriso (416 km de Cuiabá). A colisão lateral envolveu um ônibus e um rodotrem.

No impacto, diversas partes do veículo de carga foram arremessadas no piso inferior do ônibus, o qual tem 2 andares. Parte do teto do veículo foi arrancado e a carreta arremessada às margens da rodovia. O condutor do ônibus teve um braço amputado e foi socorrido em estado gravíssimo pelas equipes de resgate que atenderam a ocorrência.

Os demais passageiros que ficaram feridos foram socorridos por ambulâncias do Corpo de Bombeiros, Concessionária Rota do Oeste, ambulâncias de particulares que passavam pelo local. As vítimas foram levadas para os hospitais regionais de Sorriso e Sinop. O helicóptero ‘Águia 04’ da Base do CIOPAER também prestou apoio ao resgate das vítimas.

Já o condutor da carreta sofreu lesões leves e também foi socorrido. Parte da carga de soja que a carreta transportava, ficou derramada pela pista. As equipes da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Judiciária Civil e Perícia Oficiale Identificação Técnica (Politec) estão apurando as circunstâncias do acidente.   

NOTA DA PRF CORRIGINDO NÚMERO DE VÍTIMAS

Errata: Referente ao acidente ocorrido ontem na cidade de Vera. 

Foram 8 o número de óbitos e não 11 como tinha sido divulgado, houve um equívoco porque foi feita a contagem no local e somado ao dos hospitais. Isso só foi esclarecido agora pela manhã. 

O acidente teve como causa provável que o condutor do ônibus teria invadido a pista contrária ocasionando uma colisão fronto lateral. Além de que ele estaria como uma jornada excessiva.

Fonte: FolhaMax

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.