Operação Ráquis cumpre 19 mandados judiciais contra investigados por tráfico de drogas e crimes relacionados

A Operação Ráquis, deflagrada na manhã desta quarta-feira (29.06) pela Polícia Civil de Mato Grosso cumpre mandados judiciais de prisão e de busca e apreensão em cinco cidades da fronteira do estado na repressão ao tráfico de drogas.

Equipes das Delegacias de Mirassol d’Oeste e de Rio Branco, com apoio das unidades da Regional de Cáceres, estão cumprindo cinco mandados de prisão e 14 ordens judiciais de busca e apreensão nas cidades de Curvelândia, Lambari d’Oeste, Salto do Céu, Cáceres e Rio Branco.

De acordo com o delegado Marcelo Menezes, os alvos são investigados pelo tráfico doméstico de drogas e crimes relacionados, como homicídios, tentativa de homicídio, tortura e associação para o tráfico.

A operação conta com apoio das Delegacias da Polícia Civil de São José dos Quatro Marcos, Araputanga, Porto Esperidião, Cáceres, da Delegacia Especial de Fronteira (Defron) e do Centro Integrado de Operações Aéreas de Segurança Pública.

Ráquis é a designação dada ao eixo central de estruturas biológicas ramificadas, como a ráquis lombar (visão anatômica), que tem a função de sustentação do conjunto da coluna vertebral. No conceito da operação, essa alusão se aplica à região que compõe a “coluna vertebral” da fronteira mato-grossense.

A operação também faz parte da Narco Brasil, uma ação nacional de fiscalização, repressão e monitoramento coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Púbica com os 26 estados e Distrito Federal e a integração das Secretarias de Segurança Pública, Polícias Civis e militares e a Polícia Rodoviária Federal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

No Banner to display