Águas Pontes e Lacerda alerta para risco das ligações irregulares

A estação das chuvas é bastante aguardada no estado do Mato Grosso, onde o período de estiagem costuma ser prolongado. Mas também é um momento de atenção para Águas Pontes e Lacerda, empresa do Grupo Iguá, por conta das ligações pluviais irregulares na rede de esgoto. Além de trazer problemas para os próprios clientes, isto pode prejudicar a eficiência do funcionamento do sistema sanitário e meio ambiente.

 

Fundamentais para garantir mais saúde e bem-estar à população, as redes de esgoto são dimensionadas para receber determinada quantidade de efluentes produzidos aos usarmos a torneira, lavar louças ou roupas, dar descarga no vaso sanitário ou usar o chuveiro. Quando as pessoas fazem, por exemplo, uma ligação clandestina para que o sistema receba também a água da chuva há uma sobrecarga. Isso se torna perceptível quando há refluxo do esgoto nas vias públicas e, em alguns casos, até o retorno para dentro das casas, o que pode provocar a transmissão de doenças.

 

É sinal de que está entrando água pluvial demais nas tubulações de esgoto e elas não estão comportando a demanda. “Existem leis e decretos municipais que tratam do assunto e é importante que o cliente esteja atento às normas, a fim de que a estrutura de tratamento de esgoto não seja prejudicada, trazendo problemas para o próprio morador e o meio ambiente”, reforça o diretor operacional Christopher Alves.

 

 

Cuidados

 

A água das chuvas coletada pelas calhas e ralos dentro das residências deve ser despejada diretamente nas sarjetas, desembocando nos rios e córregos. Já os cuidados em relação à rede de esgoto devem incluir a limpeza das caixas de gordura e o descarte o óleo de cozinha de forma adequada. Deve-se evitar também o descarte de restos de comida, bitucas de cigarro, absorventes, fio dental, preservativos, pedaços de pano ou papel.

 

Para quaisquer outras informações sobre as redes de água pluvial e de esgoto, os clientes devem entrar em contato com a Águas Pontes e Lacerda por meio dos canais oficiais de atendimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.