Covid-19: sintomas que persistem após curar do vírus devem ser monitorados, diz especialista

Os sintomas após contrair a Covid-19 podem persistir, o que está sendo chamado pelos especialistas de ‘Covid longa’. Segundo a médica infectologista Márcia Hueb, esses sintomas devem ser monitorados caso o paciente já tenha se curado e continua com as sequelas por mais de dois ou três meses.

A ‘Covid longa’ é quando há a persistência de alguns sintomas da doença após ter o vírus ativo. Os sintomas mais recorrentes são:

 

  • Fraqueza
  • Fadiga
  • Dificuldade para respirar
  • Alterações no sono
  • Alteração na memória
  • Perda de paladar persistente

 

A infectologista explicou que fraqueza e dificuldade para exercitar as tarefas diárias já pode caracterizar um quadro de ‘Covid longa’ e que a melhor opção é investigar o problema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

No Banner to display