Polícia descobre cemitério clandestino usado para esconder corpos de vítimas de facção criminosa

Corpos encontrados no local tinham sinais de tiro na cabeça e buracos nas roupas, que podem indicar que as vítimas também foram atingidas por golpes de faca.

Um cemitério clandestino foi encontrado pela Polícia Civil em Paranatinga, a 411 km de Cuiabá, nessa terça-feira (24), em uma área afastada da cidade. A suspeita é que o local era usado para esconder os corpos das vítimas de homicídios cometidas por uma facção criminosa.

Para encontrar os corpos, os policiais e peritos da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) usaram uma máquina retroescavadeira e um detector de metais.

Os investigadores chegaram até o local depois de uma denúncia anônima. A informação era de que quatro corpos estavam enterrados na região, mas, a princípio, apenas dois foram localizados.

De acordo com a Politec, os corpos tinham sinais de tiro na cabeça e buracos nas roupas, que podem indicar que as vítimas também foram atingidas por golpes de faca.

O delegado Eric Martins disse que a área foi usada como cemitério clandestino para execuções cometidas por uma facção que atua na cidade e que as vítimas eram pessoas que moravam em Paranatinga.

A identificação dos corpos, no entanto, ainda não foi divulgada.

Até agora ninguém preso pelo crime, mas a polícia afirmou que está com um boletim de ocorrência aberto para investigar esse caso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.